Cristina Gonçalves

COACH | TERAPEUTA | AUTORA | PNL TRAINER

bookmark bookmark
crisgoncalves On 29 Maio 2018

caminhos-da-vida A ENCRUZILHADA É UM LUGAR SAGRADO.

Hoje, nas minhas leituras matinais deparei com um pequeno e sábio texto que falava sobre a importância da escolha na nossa vida.

Extrai o texto do livro Maktub de Paulo Coelho.

 

 

 

Diz o mestre:

“A encruzilhada é um lugar sagrado. Ali, o peregrino tem de tomar uma decisão.

Por isso, os deuses costumam dormir e comer nas encruzilhadas.

Onde as estradas se cruzam, concentram-se duas grandes energias –

o caminho que será escolhido e o caminho que será abandonado.

Ambos se transformam num caminho só – mas apenas por um período de tempo.

O peregrino pode descansar, dormir um pouco, até mesmo consultar os deuses que habitam as encruzilhadas.

Mas ninguém pode ficar ali para sempre: uma vez feita a escolha, é preciso seguir em frente,

sem pensar no caminho que deixou de percorrer.

Ou a encruzilhada transforma-se em maldição.”

 

Este texto fala  sobre o importante que pode ser nos encontrarmos nas tão faladas encruzilhadas da vida,

onde nos podemos sentir completamente avassalados por ter que fazer a escolha certa.

Quantas vezes nos sentimos assim?

A vida, num movimento cíclico e natural nos obriga a escolher o melhor caminho a seguir daí em diante.

O caminho percorrido nos levou até esse lugar. A aprendizagem está feita, agora é preciso evoluir um pouco mais.

À nossa frente abrem-se duas ou mais alternativas. Voltar atrás não é opção.

Seguir em frente é obrigatório, mas para onde? Como escolher acertadamente?

Muitas vezes nesses “locais” o melhor a fazer é sentar e esperar. Esperar e voltar a esperar.

Consultar os deuses, consultar os amigos, consultar a alma e o coração.

Podemos também aproveitar para descansar um pouco e nem sequer pensar no assunto,

isso nos permitirá ganhar forças para seguir, quando o caminho certo se mostrar à nossa frente.

Poderá demorar uma hora, um dia, um mês ou um ano,

mas o tempo na encruzilhada não poderá demorar para sempre,

senão corremos o risco de viver estagnados, arrependidos

ou presos eternamente ao passado.

Cristina Gonçalves – Coach, Terapeuta e Formadora  

 

 

Categories: ARTIGOS, Dicas, Transformação

Comente o artigo