Cristina Gonçalves

Recorda quem És! Vive a tua Verdade! Sê tu mesmo!

bookmark bookmark
crisgoncalves On 23 Dezembro 2011

Mensagem de Natal.

Vamos substituir falar por comunicar. É um termo muito melhor, muito mais abrangente, mais preciso. Quando tentamos falar um com o outro, ficamos imediatamente constrangidos pela incrível limitação das palavras. Por esse motivo, não comunico somente através das palavras. O meio de comunicação mais habitual é através do sentimento. O sentimento é a linguagem da alma. Se queres saber realmente o que algo significa para ti, vê como te sentes em relação a isso.

Os sentimentos são por vezes difíceis de descobrir e muitas vezes ainda mais difíceis de reconhecer. Contudo, é oculta nos teus mais profundos sentimentos que se encontra a tua mais sublime verdade. O segredo está em chegares a esses sentimentos.

Também comunico com o pensamento. Pensar e sentir não são a mesma coisa, embora possam ocorrer ao mesmo tempo. Ao comunicar através de pensamento utilizo muitas vezes cenas e imagens, razão pela qual os pensamentos são mais eficazes que as simples palavras como instrumentos de comunicação.

Para além dos sentimentos dos pensamentos, uso também o veículo da experiência como óptima transmissora. E finalmente quando todos eles falham – sentimentos, pensamentos e experiência – utilizo palavras. As palavras são de facto o menos eficaz dos meios de comunicação. São mais susceptíveis de interpretações erradas, muito mais frequentemente deturpadas.

E porquê? Por aquilo que as palavras são. As palavras são meras elocuções: ruídos que expressam sentimentos, pensamentos e experiências. São símbolos. Sinais. Signos. Não são verdade. Não são a coisa real.

As palavras poderão ajudar-vos a compreender algo. A experiência permite-vos conhecer. Existem porém, certas coisas que não podem ser experienciadas. Por isso dei-vos outras ferramentas de conhecimento, a que se chama sentimentos e pensamentos.

A vossa experiência e os vossos sentimentos a respeito de qualquer coisa representam aquilo que conhecem, factual e intuitivamente, dessa coisa. As palavras apenas conseguem simbolizar e, muitas das vezes confundir aquilo que conhecem.

Pensamento mais sublime -> contém alegria

As palavras mais claras -> contêm a Verdade

O sentimento mais grandioso -> chama-se amor

In “Conversas com Deus”, Neale Donald Walsh

Artigos relacionados:

Categories: ARTIGOS, Outros

Comente o artigo